desenv-web-rp.com

Como escolho uma pilha de tecnologia para o meu site?

Existem muitas tecnologias diferentes e concorrentes para construir um site. Do front-end do site e das tecnologias do lado do cliente aos bancos de dados.

Como escolho uma pilha de tecnologia, quais fatores devo considerar e como evito tomar as principais decisões técnicas erradas desde o início?

4
Damien

A verdade é que, se você não estiver construindo um site que terá tráfego em grande escala desde o lançamento, não importa realmente a pilha que escolher. Basta escolher qualquer pilha que permita que você inicie o mais rápido possível, para que você possa colocar algo em funcionamento antes de perder a motivação. Então, continue melhorando o site.

Iniciar um site e divulgá-lo é mais importante do que fazê-lo corretamente. E se o site se tornar extremamente bem-sucedido, você poderá lidar com isso mais tarde, quando tiver receita para cobri-lo.

4
Chris Boylan

Esta é uma pergunta bastante complexa. Ao desenvolver um novo site, eu diria que você precisa escolher um idioma que saiba e que será bem suportado no futuro.

Na minha opinião, isso limita você a vários idiomas. Especificamente, Python, Ruby, C #/VB.NET, Java e PHP. Esses idiomas têm APIs e recursos de nível corporativo e devem oferecer suporte no futuro.

Francamente, o mais importante será o povo. Se você conseguir as melhores pessoas, elas o ajudarão a tomar as decisões certas e tudo mais se encaixará.

1
Ben Hoffman

A única coisa que não posso recomendar o suficiente é seguir a abordagem MVC (model/view/controller), independentemente do idioma ou plataforma que você usar. Quase todos os idiomas em que consigo pensar possuem várias estruturas MVC, até o Perl (a BBC criou o 'Perl on Rails', acredite ou não).

Você descobrirá que, usando isso, é muito mais fácil introduzir novos recursos no seu site sem quebrar as coisas que o tornaram popular em primeiro lugar. A separação do código do controlador (consulta/lógica) da visualização que é realmente apresentada ao visitante torna as coisas muito, muito mais fáceis de manter.

A pior coisa que pode acontecer com um novo site é que ele se torna vítima de seu próprio sucesso. Isso normalmente acontece quando o site precisa ser escalado às pressas, mas não pode. Abordar o final técnico de que é apenas uma parte, também há o aspecto financeiro a ser considerado.

Por exemplo, os sites SE são criados em uma plataforma Windows. Isso significa que o dimensionamento significará mais custos de licenciamento, mas os sites parecem ter sido projetados o suficiente para que, quando forem necessários mais recursos, a receita esteja disponível. Muito tempo e dinheiro foram investidos nessa engenharia, que você pode ou não ter.

Como tal, recomendo usar uma linguagem/estrutura que seja portátil em todas as plataformas (Python/PHP lembre-se) para que você não fique trancado. Seu site acabará por ter uma mente próprio e a direção que ele precisa seguir se tornará óbvia.

0
Tim Post

Comece com o que você sabe e não tenha medo de mudar.

Há um valor tremendo no uso de tecnologias com as quais os desenvolvedores são experientes e confortáveis. Você pode se mover mais rápido e gastará menos tempo mexendo com a tecnologia e mais tempo agregando valor aos usuários. O TekPub é m exemplo onde eles começaram no ASP.NET, mas depois foram movidos para Ruby em Rails depois de terem tempo.

0
John Clayton